Posts

Seguro de vida pra quê?

Você provavelmente já se perguntou porque fazer um seguro de vida. E tá tudo bem, como dizem por aí. Vem com a gente que vamos te contar umas coisas que vão te fazer entender que é uma boa ideia!

A cultura do seguro de vida, ainda é muito recente no Brasil. Até temos uma razoável cobertura de seguros patrimoniais, particularmente de veículos, mas a cobertura de seguros de vida ainda é muito baixa.

Segundo um estudo realizado pela seguradora Zurich e pela Universidade de Oxford em 16 países com 18 mil  indivíduos, sendo 1.145 do Brasil, com idades entre 20 e 70 anos, apenas 8% dos entrevistados brasileiros têm seguro de vida, o que leva nosso país à última colocação entre os pesquisados.

Pra você ter uma ideia, o número de indivíduos com seguro de vida é de 35% em Hong-Kong, 31% na Malásia e 30% nos EUA.

Mas foguete não dá ré, como diz o poeta 🚀

 

Felizmente esse mercado está crescendo no Brasil, e cada vez mais nos aproximamos dos padrões internacionais em termos de variedade e sofisticação dos produtos oferecidos.

Acredita que tem gente achando que contratar seguro de vida dá azar? Todo mundo sabe o ciclo natural da vida, mas aqui a gente não vai falar sobre crenças e achismos, mas o que realmente tá em jogo quando falamos sobre proteção pessoal no Brasil.

 

1. Proteção para a família

 

Quando essa história toda começou, o seguro de vida era uma forma de proteger as famílias em caso de falecimento do segurado. Essa função ainda hoje é extremamente importante.

Apesar de ser um assunto delicado, é bastante comum encontrar casais com filhos pequenos que não tenham nenhum seguro de vida e ao serem questionados sobre o que aconteceria com os eles caso um ou os dois provedores viessem a faltar, a resposta quase sempre é “eu não estou planejando morrer”, acompanhada de um sorriso amarelo de quem sabe que está fazendo a coisa errada. É claro que não. Ninguém tá.

A pandemia chegou pra nos mostrar do pior jeito que ninguém está planejando nada de pior então, para quem tem dependentes, o seguro de vida não é opcional, pois deixar quem a gente ama com a garantia de que vão estar estar sempre seguros, não tem preço.

 

2. Planejamento sucessório facilitado

Os seguros evoluíram muito e além da proteção da vida, são muito utilizados hoje para planejamento sucessório, já que os prêmios de seguro são livres dos impostos sobre herança (ITCMD).

Mesmo pessoas que montam estruturas complexas de sucessão, com criação de holdings familiares e fundos de investimentos exclusivos, não deixam de ter seguros de vida.

Até porque o seguro pode ser utilizado como forma de arcar com as despesas de transmissão do patrimônio no momento do inventário.

 

3. Indenização em forma de renda

Outra vantagem dos seguros atuais é que o eventual pagamento da indenização pode vir na forma de renda.

Quem tem filhos pode preferir que eles a tenham até a vida adulta ao invés de liberar todo o valor em uma única parcela. Se existir um filho com deficiência ou se um dos cônjuges não tiver renda, é possível o pagamento de rendas vitalícias.

 

4. Tratamento de doenças graves

Os seguros atuais também podem cobrir diagnósticos e tratamentos de doenças graves, assim como renda pelo período de tratamento ou por invalidez permanente.

Também existem seguros resgatáveis ou que geram garantias vitalícias após o fim do pagamento do prêmio.

Em algumas modalidades, em caso de interrupção do pagamento, o segurado não perde todo o valor pago, apenas tem a redução proporcional do capital segurado. Sabia disso?

 

 

5. Proteção para estrutura de capital das empresas

Outra possibilidade da utilização dos seguros de vida é em estruturas de capital de pessoas jurídicas.

Nessa modalidade, a empresa é a responsável pelo pagamento do seguro e também a beneficiária da apólice.

Ou seja, em caso de falecimento de um dos sócios, o recurso é pago diretamente no caixa da pessoa jurídica e é isento de imposto de renda.

Por exemplo: imagine duas pessoas que formem uma empresa e trabalhem nela. Se, por acaso, um dos dois vier a falecer, nem sempre a família tem preparo ou vontade de entrar na empresa.

Nesse caso, pode-se acordar que o valor do pagamento do seguro se constituiria na venda da participação do sócio faltante.

Esse modelo é extremamente comum em economias mais desenvolvidas e já está devidamente regulamentado no Brasil.

6. Valores compatíveis com o risco

Muita gente acha que o preço dos seguros é alto. Mesmo que na média ele tenha essa fama, ele certamente não chega perto do custo de sinistro sem cobertura dos seguros.

É sempre bom lembrar duas coisas: a vida não tem preço. E seguros têm muitas vantagens, mas a aquisição de um produto desse tipo é uma tarefa que requer um grau de conhecimento elevado.

Por isso, a Nsure tem uma área específica para a comercialização dos seguros. A gente estar do seu lado na escolha do produto ideal para atender suas necessidades.

Nós ouvimos você, avaliamos o mercado e fazemos a melhor proposta para atender aquilo que faz sentido pro seu momento e seu bolso.

Vem tomar um café com a gente e conversar com um dos nossos especialistas. Vamos ajudar na estrutura que garanta uma proteção para você e sua família e lhe dar o melhor produto que o dinheiro pode comprar: tranquilidade para aproveitar a vida.

 

Ano novo, nova meta: “Cuidar de mim”

 

 

Se eu pedisse para ler sua lista de metas e objetivos para esse ano de 2022, encontraria o cuidado com a sua saúde e qualidade de vida?

Não sei como você tem passado esses últimos meses. Espero que bem. Mas sabemos que os momentos turbulentos, inesperados e pandêmicos nos assustaram muito, trouxeram muitas mudanças na rotina das pessoas e afetaram nossas relações. Eu mesma passei por uns bocados, procurei ajuda profissional e estou em tratamento. Por isso a preocupação com o “autocuidado”, aquele mais profundo, é muito importante.

A melhor parte de dar atenção para essa área da vida é que ela não demanda um grande investimento financeiro, mas de tempo. Horas de descanso e lazer têm de ser sagradas, assim como atividades que dão prazer, relaxam nosso corpo, elevam a saúde mental e liberam hormônios do bem estar.

Eu por exemplo, gosto muito de desenhar, dançar e jogar videogame, mas as opções são infinitas.

Veja só: meu companheiro não abre mão dos 10k corridos diariamente, faça chuva ou faça sol; uma amiga querida faz artesanatos e vez ou outra até faz uma graninha extra com isso; os diretores daqui empresa são músicos (um deles é surfista também!); e por aí vai.

Não tem uma receita única e cada um precisa de descobrir do que gosta e o que te faz bem. E, principalmente, reservar tempo para isso.

Algumas dicas importantes e que valem para todo mundo:

  • O contato com a natureza. Estudos científicos já mostraram os benefícios para a nossa saúde mental e física, como regular a pressão arterial, reduzir os índices de açúcar no sangue e diminuir o estresse e a ansiedade quando estamos ao ar livre, rodeado por natureza.
  • Aderir ao tratamento prescrito pelo médico e fazer as consultas e os exames regulares (inclusive os de rastreamento de câncer, como mama e próstata).
  • Lutar contra o sedentarismo, a obesidade e todos os tipos de excessos – de alimentos, bebidas, trabalho, redes sociais e o que você e quem te quer bem identificarem que tem te consumido.

Comece devagar. Se parece muita coisa, vamos voltar alguns passos. Não se estresse e não se cobre tanto. Como dizia o poeta e filósofo: “é devagar, devagarinho”.

 

 

Acima de tudo, te desejo um ano cheio de carinho consigo mesmo/a. Nem sempre os dias serão fáceis. Mas saber que as coisas vão ficar bem, eventualmente, é um ponto de esperança que nos faz seguir, mesmo nesses dias nublados.

Se você precisar de ajuda profissional, não exite em procurar! Tem feito muito bem para mim e com certeza fará bem há você.

Com carinho,

Sara Pagiossi

Novembro Azul 2021

NOVEMBRO AZUL 2021

NOVEMBRO AZUL

Em todo o mundo o novembro se tornou um mês simbólico de atenção à saúde
geral do homem e aos tumores urológicos.
Desde a criação do movimento Novembro Azul, em 2003 na Austrália, inúmeras
iniciativas e ações ocorrem para chamar a atenção para a prevenção do câncer de
próstata, o segundo mais comum entre os homens, no mundo, mas também tem
como premissa o cuidado com os tumores de bexiga por exemplo, que é o oitavo
mais comum entre os homens, com estimativa de 7.590 novos casos neste ano.
Embora figurativamente o mês de novembro seja tratado como um mês especial
para o cuidado do homem, o próprio Ministério da Saúde recomenda que as ações
realizadas, também pelos gestores municipais e estaduais, sejam estruturadas de
forma a serem permanentes (Portaria GM/MS N° 1944 de agosto de 2009).
Câncer de próstata
Segundo em incidência no Brasil (sem considerar os melanomas), esse tipo de
câncer tem estimativa de 66 mil novos casos de 2020 a 2022 (INCA).
É um tumor que se desenvolve quando as células da próstata se multiplicam e
crescem descontroladamente.

50 anos
É a idade para começar os exames de próstata. Quem tiver na família casos de
jovens com esse tipo de tumor, deve começar mais cedo, aos 45 anos.
Afrodescendentes também devem fazer o exame a partir dos 45 anos, porque têm
mais tendência a desenvolver o câncer de próstata.
90%
São as chances de sucesso no tratamento quando o câncer é diagnosticado
precocemente.

Sinais e sintomas
Em seus estágios iniciais, o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas.
Mas, se você perceber algum desses sinais abaixo, consulte um urologista para o
diagnóstico correto:
•Urinar pouco de cada vez
•Ir ao banheiro com frequência, levantando até no meio da noite para urinar
•Dificuldade para urinar
•Dor ou sensação de ardor ao urinar

•Presença de sangue na urina ou sêmen
•Ejaculação dolorosa
Sintomas como esses são associados ao crescimento benigno da próstata, mas
podem estar relacionados ao câncer e servem como sinais de alerta. É importante
destacar que a presença de um ou mais desses sinais não significa que você esteja
com câncer de próstata, pois outras doenças apresentam sintomas semelhantes.
Por isso, é fundamental consultar o médico para o correto diagnóstico e indicação
do tratamento.

Os exames que você deve fazer
Em seus estágios iniciais, o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas.
Mas se você perceber algum desses sinais abaixo, consulte um urologista para o
diagnóstico correto:
Exame de PSA: PSA (sigla em inglês do antígeno prostático específico) é uma
substância normalmente produzida pela próstata, e que está presente no sêmen e
no sangue. Na maioria dos homens, os níveis de PSA estão abaixo de 4 (4ng/dl) e o
câncer pode aumentar essa taxa. Se o exame mostrar a taxa entre 4 e 10, há uma
chance em quatro de ser câncer na próstata. Quanto maiores os valores, maiores
os riscos de câncer.
Exame de toque retal: serve para identificar áreas irregulares ou endurecidas na
próstata. É menos preciso que o exame de sangue PSA, mas é capaz de detectar
tumores mesmo que o teste de sangue esteja normal.
Embora muitos percebam a importância da prevenção e da realização dos exames,
muitos homens ainda apresentam comportamento não preventivo.
Estudos mostram que aspectos socioculturais como o medo da dor, a vergonha,
preconceito e a falta de coragem para realizar o exame constituem barreiras a
esses indivíduos.
Torna-se necessário promover debates sobre o assunto e a educação em saúde
masculina, utilizando estratégias que aumentem o acesso aos serviços de saúde e
estimulem o autocuidado.
Fatores de risco
 O risco aumenta com a idade. No Brasil a cada dez homens diagnosticados
com câncer de próstata nove tem mais de 55 anos.

 História de câncer de próstata na família. Homens cujo pai ou irmão tiveram
câncer de próstata antes dos 60 anos.
 Sobrepeso ou obesidade

Tratamentos
A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada, de acordo com o
estadiamento da doença, e definida após médico e paciente discutirem os riscos e
benefícios de cada um.
Prevenção
Além do envelhecimento natural e do histórico familiar, a má alimentação e hábitos
de vida não saudáveis, como o sedentarismo, o consumo de tabaco e álcool,
influenciam no desenvolvimento do tumor.
A prevenção passa pela adoção de uma dieta equilibrada e rica em alimentos que
são fontes de licopeno, como tomate e frutas vermelhas, e que contêm licopeno,
substância antioxidante que ajuda a inibir alterações no DNA das células que
provocam o surgimento do câncer. O tomate, então, é campeão: cozido, melhor
ainda.
Pratica de atividades físicas é fundamental, pois podem auxiliar na prevenção da
doença.
Higiene é saúde. E use camisinha para prevenir doenças, como a infecção pelo HPV
(papiloma vírus humano), um grande fator de risco do câncer.

Fontes:
ACCamargo
https://www.accamargo.org.br/sobre-o-cancer/noticias/novembro-azul-atente-se-
ao-diagnostico-precoce

Outubro Rosa 2021

Setembro Amarelo 2021

Amamentação, a base da vida!

Combate às drogas e ao alcoolismo